Arquivo da tag: escola de negócios

A tecnologia e o ensino de negócios

Matéria de hoje do Valor Econômico (“Ensino Executivo: Novas ferramentas estão mudando a forma de ensinar e aprender sobre o mundos dos negócios”), republicada do jornal inglês Financial Times, trata sobre a utilização das novas ferramentas de tecnologia nas escolas de negócios do mundo. Kindle, facebook, podcast, livros customizados, vídeos, ensino online são alguns dos itens que têm sido incorporados por algumas faculdades do exterior nas suas aulas e no relacionamento extra-classe com alunos e ex-alunos. 

Aqui na Trevisan Escola de Negócios a tecnologia da informação é parte inerente da estratégia de ensino, de comunicação interna e de posicionamento de marca desde a sua fundação. As salas de aula são equipadas com lousa digital, que permite salvar o conteúdo desenvolvido pelo professor durante a aula e trazer muito mais eficiência ao tempo da aula. Faz parte também da nossa metodologia de ensino dos cursos de graduação o uso do notebook por parte do aluno, possibilitando o acessso à internet e a realização de exercícios de forma rápida e dinâmica.

Fora da sala de aula, o aluno pode acessar o conteúdo pelo sistema web e acompanhar as notícias sobre a faculdade pelas redes sociais: twitter, facebook e orkut. Consideramos que essas ferramentas são muito eficientes também para desenvolver o relacionamento com alunos que já se formaram. Para isso, temos utilizado o Linked In, uma rede social que tem um cunho mais profissional.

Como disse o reitor da Open University Business School na matéria, “a tecnologia é simplesmente um meio para se atingir um fim”. As escolas de negócios, assim como todas as instituições de ensino, têm o dever de acompanhar o desenvolvimento da tecnologia da infomação e incorporar tudo aquilo que traga mais eficiência no processo de ensino-aprendizagem e mais agilidade na comunicação com seus públicos.

Fernando Trevisan

Visita ao INSEAD

Desde que criamos a Loite e a área de carreira, que presta serviços tanto para alunos de instituições como a Trevisan, quanto para alunos como pessoa física, temos a grande preocupação de trazer para todos aqueles que procuram por nós um serviço de alta qualidade. Para isso visitamos, além de escolas brasileiras, escolas internacionais, que são benchmark na área de Career Services. Em 2008 visitamos Yale, em 2009 Stanford e University of Califórnia/ Berkeley, e acabo de voltar do INSEAD, na França.

O INSEAD é uma das melhores escolas de pós graduação no mundo, e oferece Executive Education, MBA, Executive MBA e PhD. Por ser esta minha visita mais recente, e por eu ter ficado bastante impressionada com a escola e a cidade onde ela fica (Fontainebleau – 40 min de Paris), gostaria de dividir alguns pontos com vocês:

– Ranking 2010 dos 20 melhores cursos de MBA, de acordo com o Financial Times

    School Name  Country
1 London Business School U.K.
2 University of Pennsylvania: Wharton U.S.A.
3 Harvard Business School U.S.A.
4 Stanford University GSB U.S.A.
5 Insead France / Singapore
6 Columbia Business School U.S.A.
6 IE Business School Spain
8 MIT Sloan School of Management U.S.A.
9 University of Chicago: Booth U.S.A.
9 Hong Kong UST Business School China
11 Iese Business School Spain
12 Indian School of Business India
13 New York University: Stern U.S.A.
13 Dartmouth College: Tuck U.S.A.
15 IMD Switzerland
16 Yale School of Management U.S.A.
16 University of Oxford: Saïd U.K.
18 HEC Paris France
19 Esade Business School Spain
20 Duke University: Fuqua U.S.A.

–       Principalmente para aqueles que gostariam de fazer um MBA no exterior, mas não querem que tenha duração de 2 anos, como é a maioria, o INSEAD oferece um MBA de um ano, excelente;

–       O ambiente é muito acolhedor, e mistura contruções muito antigas, integradas com novas e modernas instalações;

–       O investimento anual é estimado em 54 mil euros, para gastos relativos ao programa, e 2 mil euros, por mês, para gastos com alimentação, moradia, transporte, etc;

–       Em 2008 31% dos alunos tiveram seu MBA financiado pelo próprio INSEAD, por suas empresas, ou por instituições como a Fundação Estudar (www.estudar.org.br);

–       A média do salário anual da turma 2008 foi de 77.500 euros, e sign-on bônus com média de 17.500 euros;

–       Para ser aceito no INSEAD, tanto na França quanto em Singapura, é necessário ter inglês fluente, já que todas as aulas são neste idioma;

–       É possível fazer um intercâmbio entre os dois países durante o curso;

–       Dados turma 2009:

  • 41% da turma tinha entre 26 e 28 anos e 38% entre 29 e 31 anos;
  • 71% eram homens;
  • 81 países representados;
  • Média de pontos no GMAT = 704
  • 6% da turma tinha o português como lingual maternal
  • 35% da turma tinha de 3 a 5 anos de experiência, e 33% de 5 a 7 anos.

O mais importante aqui é saber que, sempre que investimos em nossa educação, estaremos mais preparados para aceitar e encarar novas oportunidades e desafios em nossa carreira.

Seja no Brasil ou no exterior, procure sempre manter-se atualizado!

Fernanda Lopes de Macedo Thees