Arquivo da tag: Príncipios

Administração Globalizada e Inteligente do Capital Humano é Estratégico nos Negócios

Administração Globalizada e Inteligente do Capital Humano É Estratégico Nos Negócios

Antigamente o maior desafio sobre capital humano era especificamente do Gestor de Pessoas atuando como departamento especializado nas empresas,e muito preocupado em ter os profissionais certos para cada atividade da organização,mas atualmente e para o futuro isto não é mais suficiente para o preenchimento da importante posição que tem que desempenhar como Administrador de Pessoas em qualquer diretoria ou gerencia diversificada globalmente perante a irreversível e feroz competitividade nos negócios.

Superar obstáculos humanísticos e sistêmicos também muito mais amplos no cenário nacional e internacional exige de cada presidente e demais executivos muito maior competência em tudo,devendo atuar como excelentes líderes em si próprios e para a coletividade de sua responsabilidade estrutural direta e indiretamente,com visão e missão holística e diferenciada, com foco nos negócios de interesse específico e global.

Neste objetivo,o alinhamento entre o principal executivo e o de RH será,assim como com os demais administradores, um dos principais fatores determinantes de uma administração de pessoas com sucesso em resultados neste poderoso jogo de interesses onde todos indistintamente desejam ganhar e para tal finalidade disputam a preferência dos clientes acirradamente e nem sempre com a ética e a lisura desejável num universo de disputas almejando maiores lucros.

Segundo pesquisas da revista VOCÊ S/A-EXAME(As melhores empresas para você trabalhar),nada de gurus ou teorias de gestão complexas serão soluções.As empresas que conseguem manter o alto nível de satisfação de seus funcionários durante anos seguidos,como uma 3M(em momentos de crise inclusive)creditam essa consistência principalmente à proximidade dos líderes com o RH e os demais colaboradores em geral.

Dirigindo muito bem estas empresas encontraremos presidentes acompanhando de perto a gestão de RH e investindo com muita confiança na educação do pessoal(treinamento e desenvolvimento globalizado)como fator prioritário e decisivo para a capacitação das organizações incluindo os desafios da tecnologia com igualdade de importância,sem o temor característico das piores empresas,a maioria sem recursos para investimento com capital de giro próprios e portanto enfrentando altíssimo risco de insucesso contínuo.

Ressaltamos que as melhores empresas simplificam muito a sua administração,cujos custos operacionais são muito enxutos e de forma a favorecer quadros financeiros privilegiados para a realização equilibrada dos investimentos em inovação e produtividade criativa,fatores essenciais para margens de lucros robustas e motivadoras com incentivos contínuos e calculados em função de padrões de conduta muito bem dimensionados para ambientes de incerteza.

Nestes cenários,enquanto muitos lamentam-se e apresentam desculpas pouco convincentes ao mercado e a si próprios,os vencedores convencem clientes internos e externos de sua grandeza e conveniência de aproximação com segurança e integridade diferenciadas.Ótimos administradores estão no comando nestes casos assim como o trabalho é participativo e o compartilhamento de conhecimentos e experiências é muito comum e progressivo como cultura e procedimento regular.

A filosofia predominante nas melhores organizações inclui muito alinhamento e sincronia de interesses,muita coerência de propósitos com predomínio de todos desejarem fazer acontecer da melhor forma possível a execução de princípios, da visão,da missão, dos objetivos e metas,estratégias e táticas e de forma indiscutível transformando o impossível dos outros em improvável preliminarmente e posteriormente em algo viável,possível,realizável com a alegria de atingir índices invejáveis de qualidade sem que isto possa ser rotulado de magia em administração.

Ressaltando o tema sobre a importância da liderança nisto tudo,não temos dúvida de que o papel de cada um é o de não apenas ser essencial na individualidade pessoal mas também como abrangente para a formação  de muito mais líderes em todos os setores da organização trabalhando aspectos emocionais,comportamentais,ensinando como vencer paradigmas indesejáveis,orientando,mentalizando,assessorando indivíduos que serão muito melhor preparados para executarem corretamente as suas funções e oferecendo contribuições adicionais exemplares.

É lógico que nas melhores empresas haverá sempre uma realidade com padrões de excelência predominando,um clima que favorecerá em muito o atrair talentos assim como desenvolver e retê-los a benefício de todos os interessados.Isto evidentemente contribuirá para a valorização global da companhia;das pessoas,dos produtos e serviços,da marca e atrairá muito mais clientes e fornecedores diferenciados que é na verdade o que todas as empresas mais precisam fazer acontecer.

Concluímos então que as empresas rotuladas como modelo em desenvolvimento humano investiram muito e primeiramente em administradores altamente qualificados,preparadíssimos em estratégia e pessoas,comandando no dia a dia mudanças em táticas e procedimentos sistêmicos para o alcance de metas desafiadoras,difíceis para a maioria,mas viabilizando resultados de alta relevância,alcançando liderança de mercado,credibilidade por parte dos stakeholders e o público em geral,de forma inédita e marcante significativamente.

Adm.Prof.Walter Lerner