Conexão Mercado em busca da Excelência!

Visitei na semana passada a Universidade da Pensilvânia, nos EUA, mais conhecida como UPenn. Fundada por Benjamin Franklin, a Universidade é uma instituição privada, na cidade da Filadélfia, Pensilvânia. Estudantes podem estudar em quatro departamentos acadêmicos: Artes e Ciências, Enfermagem, Engenharia e Ciências Aplicadas, e Wharton (conhecida por seu MBA). A universidade está entre as 10 melhores dos EUA, assim como o MBA.

Tive a oportunidade de conversar com uma Senior Associate Director da área de carreira de Wharton e com a Diretora geral da área de carreira responsável pelos outros 3 departamentos da universidade, que inclui graduação, mestrado, doutorado, etc.

Um dos temas que a Diretora comentou ser recorrente nas orientações, e que também acontece com bastante frequência na Trevisan, é o aluno achar que o curso que está fazendo definirá sua carreira pelo resto da vida, o que definitivamente está errado! A própria UPenn escreveu um artigo sobre isso, que achei interessante e vou traduzir abaixo uma parte para vocês:

“Quando você tiver explorando carreiras potenciais, evite tomar decisões com base em alguns MITOS comuns:

1- Devo ir na mesma direção que meus colegas de classe vão.

Há muitas outras carreiras gratificantes e satisfatórias além de direito, medicina, investimento e consultoria. Avaliando carreiras potenciais pode ser um processo excitante se você explorar plenamente todas as possibilidades e tomar uma decisão com base no que iria oferecer-lhe a maior satisfação. Embora seja um desafio para não sucumbir à pressão dos colegas, lembre-se que é o seu futuro.

2- Meu curso determina as minhas escolhas de carreira.

Muitos empregadores estão à procura de qualidades e habilidades que não estão diretamente relacionados com a sua grade curricular. Motivação, fortes habilidades em organização, escrita, e a habilidade de resolver problemas são apenas alguns exemplos do que os empregadores valorizam. Mesmo nas áreas mais específicas como Engenharia e Negócios, os alunos escolhem carreiras que não necessariamente se relacionam com a sua grade.

3- Há apenas uma carreira certa para mim.

A maioria das pessoas são capazes de trabalhar bem em pelo menos duas a três diferentes áreas profissionais. O truque consiste em desenvolver uma boa compreensão de seus valores, habilidades, interesses e personalidade e, então, explorar as carreiras que melhor se encaixam no seu perfil neste momento de sua vida. Ao adquirir mais experiência, seus valores, interesses e idéias sobre uma carreira podem mudar. Uma carreira nem sempre segue uma progressão lógica.

4 – As escolhas de carreira são irreversíveis.

Muitas pessoas mudam carreiras ou postos de trabalho pelo menos três vezes em suas vidas e é provável que no futuro isto aconteça ainda mais. Se você descobrir que não gosta do seu trabalho ou do campo profissional que escolheu, é possível mudar de direção. Às vezes, habilidades específicas desenvolvidas em um trabalho são muito valorizadas em outros. Muitos formandos da UPenn tendem a trabalhar cerca de três a cinco anos e, em seguida, buscam uma pós-graduação como forma de melhorar as suas competências e habilidades, ou mudar de carreira.

5 – Sucesso está diretamente relacionado a dinheiro e status.

Dinheiro e status são muito atraentes e não há nada errado em querer alcançar essas metas. No entanto, tome cuidado para não comprometer seus valores quando você considerar carreiras potenciais. Tente equilibrar o lado financeiro com uma carreira que você se sinta confiante e onde irá utilizar suas habilidades e capacidades. Para algumas pessoas, contribuir para a sociedade é mais atraente do que ganhar muito dinheiro. Quando avaliar suas escolhas da carreira, pense com cuidado sobre o que significa sucesso para você.”  

É normal ficar ansioso ao tomar decisões sobre carreira, por isso, aproveite que sua faculdade oferece o Conexão Mercado e utilize estes serviços.

Do nosso lado, estamos trabalhando para oferecer a você o que há de melhor!

Fernanda Lopes de Macedo Thees

 

Deixe uma resposta