Pelo menos 3 coisas em comum entre a Copa e sua Carreira

Estamos assistindo a um grande espetáculo desde do dia 12 de junho. Nosso país foi escolhidos para sediar a Copa do Mundo 2014 e, mesmo com tantas opiniões adversas, e muito menos bandeiras nas ruas e nos carros do que imaginávamos, a bola está rolando. Como disse um colega muito crítico e que admiro muito “Eu acho um absurdo festejarmos a copa no Brasil, um dia como hoje sacramenta a idiotice do povo brasileiro. Um país sem infra estrutura, sem saúde, sem segurança, sem educaGooooooll!!! É Brasil!!!!

Então, já que a Copa é aqui e estamos vendo tudo de perto, vamos tirar alguns aprendizados:

1 – Neymar
Assistindo ao primeiro jogo, Brasil X Croácia, me impressionou o tanto de vezes que o Neymar caiu, rolou, foi empurrado, mas sempre levantou. No dia seguinte, minha filha, de 8 anos, estava reclamando de alguma coisa e começou a chorar e dizer que não ia continuar. Como ela tinha visto o jogo também, aproveitei para comentar: “Pensa bem o que aconteceria se o Neymar começasse a chorar quando levasse o primeiro tombo e parasse de jogar!” Ela me disse: “É, talvez ele não estivesse nem na seleção!”. Pois é, eis o primeiro aprendizado!

2 – Fernandinho
Não entendo nada de futebol, mas no jogo Brasil x Camarões, pelo que vi, um dos grandes destaques foi o Fernandinho. Saiu da reserva e entrou em campo determinado e confiante. Resultado: GOL! Nem sempre é possível estar no time titular, mas esteja preparado quando surgir a oportunidade e então mostre seu valor.

3 – Hora certa
Voltando à primeira partida, onde a Presidente Dilma ouviu inúmeras vezes “vai tomar caju”, deixo aqui minha opinião sobre este delicado assunto. Não votei nem votarei em Dilma nas eleições, mas acho que as coisas têm sua hora. Quem for contra, ajude na campanha na hora das eleições. Da mesma forma, não dá para ser ingênuo e achar que falar mal do chefe nas costas não trará nenhuma consequência. Fale sim, mas da forma certa, com a pessoa certa, na hora certa.

E vamos lá, torcendo e aprendendo mais algumas coisas até nosso último jogo!

Fernanda Lopes de Macedo Thees
Consultora de Carreira na Loite

Deixe uma resposta