Arquivo da tag: Competitividade e Competência.

Excelência de Administração e a Meta Permanente do Lucro

Excelência de Administração e a Meta Permanente do Lucro
Adm.Prof.Walter Lerner,Dr

Partindo da premissa de que em nenhuma empresa do mundo o objetivo maior seria perder dinheiro,não restam dúvidas de que o que interessa mesmo na prática,em qualquer lugar é ganhar dinheiro,ter segurança e muito prestígio.Mesmo que sejam diferentes os níveis sociais e hierárquicos do pessoal analisado,a maioria pensará certamente dessa maneira.Isso pode parecer até espantoso a muitas pessoas,mas é a realidade,embora também conflite com o perfil pessoal e profissional de cada colaborador nas empresas.
Muitos empresários,executivos e profissionais administradores em geral não possuirão necessariamente as mesmas competências e visão comercial comparativamente aos experts em ganhar muito dinheiro,mas a quantidade destes tem aumentado substancialmente e surpreendentemente.Porém é verdade que existem outros profissionais que são apenas especialistas em fazer os trabalhos rotineiros,muitas vezes despreocupados consigo mesmos e côa a empresa,quanto a ganhos monetários.Isto não é bom.
Como então conciliar estas e tantas outras culturas predominantes?Preocupa-nos muito quando os envolvidos ocupam cargos relevantes nas estruturas organizacionais,tais como:diretores,gerentes,chefes,supervisores,encarregads,coordenadores nos quais as empresas confiam e depositam imensa esperança em elevados desempenhos,geradores de muita lucratividade.Mas,isto não ocorrerá nem pela sorte ou apenas por acaso.
Diagnósticos organizacionais adequadamente conduzidos por especialistas consagrados apuraram que muitas culturas antigas deixaram de ser inovadas,assim como funcionam ainda sistemas e processos de trabalho já superados pelo tempo decorrido,anos e anos.O mundo essencialmente competitivo age com muita rapidez na direção de conquistar novos clientes,bem melhor preparados estrategicamente desde o pensamento e até efetivas atitudes diferenciadas no atendimento de ótimo nível.
Noutra direção,e colhendo o insucesso,estão as empresas que burocraticamente dirigem inconvenientemente os seus negócios e pouco investem no aprimoramento organizacional e humano para melhoria do desempenho individual e global.São casos de muita improvisação em decisões e ações que gerarão muito mais perdas do que ganhos de produtividade do capital investido.
Os resultados negativos serão repetitivos provavelmente e dramáticos em cenários de incerteza,em clima de crises econômicas efetivas e de acentuada competitividade arriscando patrimônios empresariais.A quem poderia interessar este modelo de gestão inconsequente?
Pensando na excelência de administração e resultados tem que haver muito mais cuidado e melhores procedimentos sempre,com muito cuidado,determinação,habilidade e motivação para buscar colher os resultados que realmente interessam,as prioridades em primeiro lugar com acentuado benefício aos que se dedicam competentemente a tudo o que fazem,em todas as áreas e que assim podem influenciar com melhores ideias e exemplos práticos convincentes.
O melhor exemplo pode vir de qualquer direção,mas sem dúvida seria melhor que viesse em primeiro lugar dos próprios administradores,dos verdadeiros líderes mostrando e aceitando sugestões sobre as melhores maneiras de proceder no trabalho.
Isto significa que é preciso rever,refletir e realinhar nosso pensamento doravante.Mas,muitos nos perguntam indecisos:devemos rever o que?sincronizar o que?As respostas deverão ser as melhores possíveis para gerarem confiabilidade para os melhores procedimentos ocorrerem,a partir de reflexões salutares orientadas para o repensar imediato sobre melhores práticas de administrar com visão de médio e longo prazos,considerando muito maior e melhor preparo comercial,financeiro,industrial,em serviços,logística,gestão de pessoas…e tudo o mais compatível com as atividades centrais e específicas de cada negócio em questão.
Recomendamos que em todas as ocasiões possíveis os administradores líderes comentem e orientem proativamente a performance da população de colaboradores de todos os níveis hierárquicos,criticando mas também elogiando nos casos compatíveis e reconhecendo nos casos necessários e com justiça indiscutível perante todos,pois dificilmente esta cultura deixará de ser a melhor.Tem que ser a responsabilidade de todos e é preciso levar bem mais a sério o mais rapidamente possível,sempre fundamentado cada passo em estratégia e planejamento Premium ou com padrões de excelência.

Adm.Prof.Walter Lerner,Dr